quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

TELHADO DO MUNDO

Do Telhado do mundo
As profundezas do mar
Olhei e voce não esta

Procurei nas estrelas
No sistema solar
Olhei e voce não esta

Me perdi pela estrada
Sem saber pra onde ir
Pois o medo do não paraliza
Eu preciso seguir

E eu sei que é impossivel
Sem voce proseguir
Sem voce não tem norte
nem pra o sul eu sei ir

Volta amor
Minha agua de beber
Sono do meu descanço
Meu amanhecer

Vem amor
E fala pra mim
Qualquer coisa
Do principio ao fim

Seu semblante é tão lindo
Basta eu te olhar
Pra que o ar que eu respiro
Meu coração acelerar

E sentir que feliz
É o jeito que há
De viver caminhando
Nem perder nem ganhar ....

Um comentário:

  1. Oi meu querido, já te enviei email com meu endereço, conforme vc pediu. Beijão.

    ResponderExcluir