sábado, 6 de junho de 2015

VAGO PEDRO PUGLIESE











A DÉCIMA FAIXA



VAGO



VAGO A ESVAZIAR

TAÇAS DO MEU MAR

GOTAS QUE SE VÃO

AMOR , OCEANO ENTÃO



TOQUES DO PRAZER

TENS MEU BEM QUERER

NADA ME REVOGA

OLHOS DE VOCÊ



E  MAIS QUE TODA PAISAGEM , ME DÊ PARA EU NÃO VER

NOS ENCANTOS E CANTOS DO MUNDO , SÓ VEJO VOCÊ

TOCAR A CADA SINO BEM  CÁ DENTRO DE MIM

ONDAS QUEBRAM EM AREIAS , QUE SÃO TODAS DE TE



E ASSIM SE FEZ MUSA NO MEU VIVER SÓ PARA EU VER

ONDE IA O SENTIDO DA ESTRADA DO NÃO ME CONTER

DELINEIA EM PARÓDIAS AS ROSAS QUE VAIS RECEBER

E O FLUIR DAS CORRENTEZAS DO AMOR QUE ME FEZ PERCEBER



HOJE NUNCA SÓ

VIDA DEU UM NÓ

APAGOU NUM TUDO

NADA QUE ERA UM SOL



RUMO SE MUDOU

VIDA VENTO RONDOU

CORES DO ARCO-ÍRIS

TUDO EM MIM SE MISTUROU



BJS



PEDRO PUGLIESE

Nenhum comentário:

Postar um comentário