quinta-feira, 12 de abril de 2012

Caminhos Separados





Quando te encontrei

Tive a certeza que era você

Que me levaria a seguir

Na minha vida


E me apaixonei

Eu te vi chorando e te acolhi

Fazendo que podia

Pra seu pranto enxugar


Era um sonho real

Que de um abísmo me retirou

Para te amar.. Pra te amar

Só te amar... amor


E acreditei

Que tudo era pra sempre

Sem imaginar que o amor ia te assustar

Pena te perder por tudo que acreditei


Hoje olho o Mar

Vejo um barco a vela

Ao vento panejar


Vejo que também

O mundo ficou longe

de você e eu ... longe demais


Caminhos separados

Sonhos despedaçados

De um amor tão raro e verdadeiro


Não sei explicar o que aconteceu

Nãõ posso imaginar o que houve entre você e eu

Caminhos separados ... porque...quem perdeu




Acabo de fazer mais esta música num momento particularmente difícil onde dois se querem têem a chance da arte do encontro e até do reencontro e tudo se desmancha como sal na água e ninguem conversa e nada se explica se fala ... emfim uma imensa interrogação .... será que acabou ... mesmo ....acho que nunca acabou ...pelo menos assim NÃO.





2 comentários:

  1. "Palavras" é exatamente isso, conta gotas de um remédio chamado emoção. Beijos amado.

    ResponderExcluir
  2. Exatamente isso ..."são páginas são palavras , são indecifraveis madrugada... deixe-as seguir ao vento...bjs amada.

    ResponderExcluir