sábado, 7 de abril de 2012

SOL RADIANTE



Voçê voltou

A povoar os meus dias

Meus pensamentos vãos muito vãos


E apareceu

Na minha rua , na minha vida

Sem avisar e coloriu o meu dia


Sonhos , saudades desilusões

E eu me escondi ao seu grito ouvir

Chamar o meu nome


Não sei o que fazer...o que te dizer

Fiz de conta que não ouvi e sumi ..sumindo


Segui por ai

Numa tarde azul de um sol radiante

Como criança assustada


E refleti

No coração que tudo passou e tudo acabou sim

E o que ficou foi uma grande saudade que mora em mim

Que vive e em mim ficou



Mas uma música pra coroar o andar de um grande e feliz sentimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário