domingo, 24 de junho de 2012

AINDA ASSIM " ÚLTIMA DA SÉRIE "

Ainda  assim
A  noite  caiu pra  mim
A  chuva com  o  frio  chegou
E o  inverno  veio  pra  ficar
Por Fim


Ainda  sim 
O  sol  raia  aqui  pra  mim
No  fundo  de  um  coração
Que  brilha  por  ilusão 
Sei lá


E ainda  assim
Consciência não  tem  mais  fim
Saudade  sempre  constrói 
Um  cerco  em  volta  de  nós
Pois é


Ainda  assim  
O  mundo  me  impõe  um  fim
Num  mar que  o infinito é
Mergulho  pra  não  voltar
Por fim


Pra  terminar
Mergulho  na  escuridão
Te  encontro  na  solidão
Nem  volta  vai  me  encontrar
Não  vai


E  pra  acabar
Escrevo  só  o  que  há
Não  há  mais  nada  a  dizer
Caminho  pra  me  calar
ADEUS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário