quarta-feira, 1 de agosto de 2012

SAUDADE QUE ME IMPÕE O VENTO































SEMPRE QUE  ME  ENCONTRO  SÓ 
EU  TE ENCONTRO  NO  MEU  PENSAMENTO
ME  VEJO  PENSANDO  EM  VOCÊ
SAUDADE  QUE  ME  IMPÕE O  VENTO



É DOIDO  MAS  É  LINDO  SIM
A  TUA  MIRAGEM  NA  MINHA  VIAGEM 
E  TE  IMAGINAR  AQUI
É  REINVENTAR O  AMOR  NO  TEMPO


ENTÃO CAMINHO  OLHANDO  O  MAR
E  O HORIZONTE DAS  PALAVRAS
ME  LEVAM  ONDE  VOCÊ  ESTÁ
E  ENEBRIAM  A  MINHA  PASSADA

E A  CADA  PASSO  QUE CONCLUO
EU  SÓ ENXERGO VOCÊ  EM  MIM
E  BEM  DO  FUNDO  DO  MEU  PEITO
AMOR  NÃO  TEM  QUE  SER ASSIM



EM  TUDO QUE  DE  LINDO HÁ
VOCÊ ESTA  SEMPRE  PRESENTE
AGORA  SEMPRE  EM  QUALQUER  TEMPO
DESTE  IMPOSSÍVEL  AMOR  DA  GENTE



ENTÃO VIVENDO  DESSA  EMOÇÃO
CONSTRUO PONTES  E  CAMINHOS
SÃO CARINHOS DO  MEU  CORAÇÃO
MAS SEM  VOCÊ ESTOU  SOZINHO... BABY ...ESTOU  SOZINHO 





Acabo  de  compor  e  registrar essa  música que postarei  na  sexta feira  dia  de  tocar !!! voz e  violão.


Pedro Pugliese

Nenhum comentário:

Postar um comentário