terça-feira, 17 de julho de 2012

ÊXTASE DA VISÃO



A paz  que  tanto grito
Agora  vem  me  encontrar
O alento  que é  bonito
Não iria  me  deixar  ...não


Se  fosse  pro  infinito
Ele  viria me  beijar
E me tocar  no  espirito
Ser de amor  a  me  falar


É claro  que  o  sol ia nascer
É certo que  sem  luz não  ia  ficar
É  como  se  voltando  pro  rumo
O seu  Amor ia Encontrar


É  belo  o  sentimento  
De quem  vive  do  coração
E se  entrega  a  cada  segundo  
A sua Emoção ........O Amor


Amor  tão  lapidado
Nas mãos do artesão
Ele recria  um  monolíto
Nas  vertentes da  paixão


E apesar  de  tudo  que  há
De  toda  contestação
Envolve transcende transmuta e ironiza
E  extasia a  visão  



Acabo  de compor  essa  letra  e  harmônia e registra-la e vou  trabalhar  o  arranjo  para  em  breve  postar  com o  mesmo  título pra  vocês .


Pedro Pugliese

5 comentários:

  1. Olha que legal! eu estava lendo como um poema... Bem, vou aguardar então!
    Tenha uma linda noite!
    Abraço com carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda pra mim é uma honra tê-la como participante deste meu blog , fico muito feliz que tenha gostado e como prometi é para ainda esta semana ...Prometo te avisar ...com carinho Pedro Pugliese.

      Excluir
    2. O que te prometi já esta disponível... Com carinho Pedro Pugliese

      Excluir
  2. mil gracias por hacernos participes de tan bellos versos . Besinos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço suas palavras generosas . Seja bem vinda a meu blog que é nosso fico feliz que tenha gostado dos versos ...são por amor .... Com carinho Pedro Pugliese.

      Excluir