quarta-feira, 18 de julho de 2012

ILUSÃO VERDADEIRA



































Quebrado  o  silêncio
Há  muito  o  que  se  dizer
Não  são só  palavras
Acúmulos  de  Amor  a  correr


Bater  no  meu  peito
Agora  feliz  estou
Parece  pequeno
É  graça que  aqui  ficou


Não sei o  que  sinto
Chorei  de  felicidade Amor
Há  tanto  esperava
O pedido se  revelou


E  nova esperança
No meu  coração  brilhou
Do  fundo  da  alma 
Um ser novo  se recriou


Me  encheu de alegria
Seus  olhos  reluziam aqui
E já  te  enxergava 
Eu  tinha  porque  sentir


Um  rumo um lampejo
Sinal de  uma paixão
Palavras  tão  curtas
Mas que  apagam a solidão.




Acabo  de  compor e  registrar letra  e  música  vou trabalhar  o  arranjo  e  postarei  junto  com  a  de  ontem ... o  difícil tem  parar  de  escrever  para  trabalhar  o  arranjo ...mas  tudo  ao  seu  tempo ...e  essa de  hoje  teve um  motivo  muito  especial ..ou  melhor ..o  mais  especial dos  motivos.


Pedro Pugliese.










2 comentários:

  1. Suas poesias são maravilhosas Pedro, parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado minha querida ,fico muito feliz em saber que te agrado tanto , mas fico mais feliz ainda em saber que sempre visita meu modesto cantinho , o que me da força para escrever mais e melhor para receber estes afagos que são teus .Com carinho Pedro Pugliese.

      Excluir